Descubra como funciona a psicologia das cores no design!

interior-designer-woman-holding-a-color-guide-palette-isolated.jpg

Com a psicologia das cores, tornou-se possível entender melhor a relação entre cores e as sensações que cada uma delas é capaz de despertar. Entre as áreas que mais passaram a usar esse conhecimento, está o design.

Nesse artigo, falaremos mais sobre esse emprego da psicologia das cores. Mostramos como ela funciona e explicamos como os designers a utilizam. Confira!

A importância da psicologia das cores no design

Em grande medida, a ampla utilização desse campo no design é consequência da importância que as cores tem para o marketing.

De fato, utilizar determinadas paletas pode ser fundamental para uma campanha, definindo seu sucesso ou seu fracasso.

Para entender porque isso acontece, devemos compreender as cores como uma linguagem.

Por meio delas, é possível comunicar sentimentos e emoções, inspirando desejos em um interlocutor.

A partir desse entendimento, o papel dos profissionais de design passa a ser a definição de cores que tornem uma mensagem mais sedutora aos olhos de um público-alvo.

“Para se ter uma ideia da importância das cores para as empresas (e, por consequência, para designers e profissionais de marketing), elas correspondem a 85% da motivação subjacente à compra de um produto, segundo Neil Patel.”

Além disso, as cores são fundamentais para o fortalecimento de uma marca. Juntamente com palavras e logotipos, elas ajudam as empresas a fixar mensagens no imaginário do consumidor.

Podemos ilustrar isso citando exemplos de empresas como as lojas de roupas femininas Marisa ou a rede de fast food Mac Donald’s, que utilizam cores como formas de evidenciar suas identidades visuais.

Falaremos em mais detalhes sobre esse ponto no tópico a seguir. Não deixe de conferir!

psicologia-das-cores-e-identidade-visual

A importância da psicologia das cores para o posicionamento e a identidade visual das marcas

As cores são fundamentais na identidade visual e no posicionamento de uma marca.

No que diz respeito à identidade, as cores de uma marca devem estar presentes em tudo que diz respeito a ela, desde os logotipos, até os uniformes, passando pelas paletas usadas em sites e blogs.

Quanto ao posicionamento, as paletas utilizadas na identidade visual podem determinar o modo como uma empresa é vista por seu público.

Para tornar a aplicação da psicologia das cores a esses conceitos mais clara, podemos nos valer de um exemplo.

Digamos que você pretende abrir uma loja de fastfood saudável. Evidentemente, o oferecimento de lanches saborosos e ao mesmo tempo “fitness” é um dos diferenciais do seu empreendimento.

Portanto, seu objetivo é criar uma marca que evidencie esse diferencial para seu público-alvo. Nesse caso, uma boa ideia é adotar as cores amarelo e vermelho, já utilizadas por famosas redes de fastfood tradicional, certo?

Errado! Nesse caso, o ideal é que sua marca tenha cores como o verde, que transmitem a ideia de saúde, sustentabilidade e natureza.

Para que você entenda melhor as sensações e sentimentos passados pelas cores, explicaremos como é feita a classificação das cores dentro do que se conhece como psicologia das cores. Veja!

A classificação das cores

Mas, afinal, como funciona a psicologia das cores? Como seu nome mesmo sugere, essa área de estudo mostra como nosso cérebro reage a cores específicas.

“Isso significa dizer que cada cor terá um significado para o cérebro. E é o conhecimento desses significados que mais importa na hora de desenvolver uma campanha de marketing ou um produto.”

No âmbito da psicologia das cores, as cores podem ser classificadas considerando a possibilidade de serem decompostas ou de acordo com as sensações que causam.

No que diz respeito à classificação que leva em conta a decomposição das cores, temos os seguintes tipos:

  • Primárias;
  • Secundárias;
  • Terciárias.

Entre as cores primárias, temos aquelas que não podem ser decompostas, como o vermelho, o verde e o azul. Já as secundárias são cores criadas a partir de outras duas, como o magenta. Já as terciárias são compostas por três cores.

Quanto às sensações, as cores são classificadas em três tipos distintos, que listamos abaixo:

  • Cores quentes;
  • Cores frias;
  • Cores neutras.

As cores quentes passam uma sensação de atividade intensa e de calor. Já as cores frias transmitem uma sensação de conforto e tranquilidade. As cores neutras, por sua vez, são possuem uma menor capacidade de inspirar sensações.

Qual o significado das cores? Como aplicá-las?

Agora que você já sabe qual é a importância da psicologia das cores para o design e como as cores são classificadas no âmbito dessa área, podemos mostrar como elas podem ser utilizadas em estratégias de branding e campanhas de marketing.

Logo a seguir, explicamos quais as sensações causadas pelas cores e qual a sua utilidade na prática. Veja!

Vermelho

Essa cor quente e primária passa uma ideia de intensidade, de paixão, de força ou poder. Em nosso dia a dia, ela está relacionada a advertências ou situações de perigo.

Você pode utilizá-la em sua campanha como uma forma de intensificar uma mensagem ou criar um senso de urgência em campanhas.

Amarelo

Outra cor quente muito importante é o amarelo. Ela pode transmitir uma ideia de movimento e alegria, sendo uma das cores mais estimulantes que existem.

Na prática do marketing e do design, ela é constantemente utilizada para chamar a atenção do consumidor, visto que também é uma cor vibrante.

Azul

O azul é considerado uma cor fria, transmitindo uma sensação de calma e contentamento.

Essa cor é constantemente utilizada em campanhas de fortalecimento de marcas por também passar uma ideia de segurança, confiança e lealdade, inspirando maior credibilidade nos consumidores.

Verde

Essa cor é capaz de transmitir uma sensação de tranquilidade e saúde, além de ser a cor que melhor representa a natureza.

Por isso, o verde pode ser usado em campanhas que indiquem que mostrem aos consumidores o comprometimento das marcas com o ideal de sustentabilidade.

Roxo

O roxo está associado ao luxo, ao requinte, ao erotismo e à beleza. Por isso, é muito utilizado por empresas do segmento de cosméticos.

Além disso, essa cor transmite uma ideia de criatividade e transformação, sendo indicada para mostrar ao consumidor o perfil inovador de uma marca.

Laranja

O laranja é uma cor viva, que transmite uma maior energia e uma sensação de calor e atividade. Assim como o amarelo, ela costuma ser usada para chamar a atenção (em CTA’s, por exemplo).

Ademais, o laranja é uma cor muito convidativa, podendo ser usada em estratégias de branding para tornar uma marca mais amigável.

psicologia-das-cores-no-design

Como escolher as cores certas para uma marca ou campanha de marketing?

Diante de tantas informações, resta saber como é possível escolher as cores mais adequadas a uma marca ou campanha. A seguir, mostramos algumas dicas que podem ajudar você nesse processo.

Defina sua persona

Para definir as paletas da sua marca, você precisa saber quem são seus clientes e conhecer seus gostos. Afinal, o que sua marca mais deseja é a atenção deles. Daí a importância de se ter uma persona bem definida.

Pesquise a concorrência

Procure entender o modo como a concorrência utiliza as cores na estratégia de branding e nas campanhas e ações de marketing. Essa também é uma forma de evitar plágios e criar uma marca inovadora.

Utilize ferramentas digitais

Atualmente, existem vários aplicativos e programas que podem ajudar designers e profissionais do marketing a encontrar as cores mais adequadas a seus objetivos.

Psicologia das cores: um conhecimento essencial para as marcas

Para concluir, podemos dizer que as cores são realmente essenciais para o posicionamento e a identidade visual das marcas de sucesso. Elas auxiliam as empresas a mostrar diferenciais e a comunicar valores.

Por isso, o conhecimento da psicologia das cores é fundamental para o design. Somente a partir dele, é possível fazer um uso de paletas com foco em objetivos e resultados concretos.

E você, já conhecia a importância da aplicação da psicologia das cores ao design? Comente!

Share on facebook
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram

Posts Recentes

Receba Novidades

Cadastre-se para receber nossas novidades!